Vanessa Da Mata
Pirraça

Passa o tempo sem demora
Quando não penso nas horas
Os ponteiros do relógio
Fazem voltas se não olho

Mas quando acendo o fogo
Para fazer um café
Vejo o tempo parar
Pra água ferver
Parece nunca acabar, espera sem fim

Seis e quatro, seis e cinco, seis e cinco, seis e cinco
Esperando o apito da chaleira
Vejo o tempo parar
Parar
O tempo pirraça

Quando à tarde no trabalho
Quero que o tempo passe
Os ponteiros do relógio
Só me dão o tique-taque

Quando eu encontro os amigos
Para tomar um café
A rapidez que não tinha
Sem disfarçar
Parece brincadeirinha
Pega-pega

Quando paro que olho as horas
Para o tempo que me olha
E espero ansiosa
Vou comendo à casa
Paçoca, suspiro, cocada, jujuba
Quindim, bombom, churros, bomba
Paçoca, suspiro, cocada, jujuba
Quindim, bombom, churros

E vejo o tempo parar
Parar
O tempo pirraça

Paçoca, suspiro, cocada, jujuba
Quindim, bombom, churros, bomba
Tique, quindim, tique, bombom, tique, churros, tique, bomba
Tique, quindim, tique, bombom, tique, churros, tique, bomba
Tique, quindim, tique, bombom, tique, churros, tique, bomba
Quindins, bombom, churros, bomba

  • Tina

    Submitted by

    Tina at Wed 18 Jan, 2012 10:46 am

  • <
Copyrights
Author: ?
Composer: ?
Publisher: ?
More details
Language: Portuguese
Also available in: English

Reactions

CommonCrawl [Bot]

Follow Muzikum